Unidades Prisionais do Amazonas 4

O sistema penitenciário no Amazonas é administrado pela Secretaria de Estado de Justiça e Direitos Humanos.

São  6 (seis) unidade prisionais na capital: Cadeia Pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa. Complexo Penitenciário Anísio Jobim, Unidade Prisional do Puraquequara, Casa do Albergado, Instituto Penal Antônio Trindade (IPAT), Hospital de Custodia e Penitenciária Feminina; e 8 (oito) no interior: comarcas de Coari, Humaitá, Itacoatiara, Manacapuru, Maués, Parintins, Tabatinga e Tefé).

Cadeia Pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa

Inicialmente com o nome de Casa de Detenção de Manaus, foi inaugurada em 19 de março de 1907. Em estilo colonial, possui uma área de 15.000 metros quadrados.

A partir de 1999, com a inauguração do Regime Fechado do Complexo Penitenciário Anísio Jobim, passou a ter a denominação de Cadeia Pública Raimundo Vidal Pessoa, destinando-se a abrigar presos provisórios.

Possui 104 vagas para sexo masculino e 35 para o feminino; com um efetivo de 746 detentos homens e 10 mulheres.

Em um anexo, há o cumprimento do regime semiaberto para mulheres. Com 15 vagas e 14 condenadas.

Complexo Penitenciário Anísio Jobim


Inaugurada em 1982, a Colônia Agrícola “Anísio Jobim” (CAIAJ) veio preencher uma lacuna prevendo a possibilidade de recolhimento de apenados em estabelecimentos agrícolas. Antes dele havia apenas a Penitenciaria “Desembargador Raimundo Vidal Pessoa”, a qual servia de cadeia e penitenciária ao mesmo tempo, sem qualquer critério de classificação ou de individualização da pena.

Em setembro de 1999, foi inaugurado um novo edifício, para cumprimento das penas em regime fechado, passando a chamar-se Complexo Penitenciário “Anísio Jobim” (COMPAJ)

Possui 138 vagas para o regime semiaberto e 454 para o fechado. O atual número de detentos é de 299 no regime semiaberto e 644 no fechado.

Penitenciária Feminina de Manaus


A penitenciária feminina de Manaus foi instalada em 2001, era um anexo da Cadeia Pública Desembargador Vidal Pessoal. Nesta época funcionava como cadeia, regimes fechado, semiaberto e aberto. Hoje integra o Complexo Anísio Jobim.

Possui 75 vagas e um efetivo de 73 detentas.

Instituto Penal Antônio Trindade (IPAT)


Inaugurado em 26 de maio de 2006, o Instituto Penal “Antônio Trindade” tem capacidade para 496 presos provisórios abrigados em uma estrutura de segurança máxima. Atualmente possui um efetivo de 472 detentos.

Unidade Prisional do Puraquequara



Unidade prisional destinada a provisórios, possui capacidade para 600 vagas, encontra-se atualmente com um efetivo de 551 detentos.

About these ads

  1. Gostei muito destas informações, estou fazendo uma pesquisa para a elaboração de um projeto social e as informações ajudarão muito. Parabéns!

  2. Quero saber quantas “unidades prisionais” existem no Amazonas para Menores Infratores, e quais as suas caracteristicas, endereços e outros…

    obrigado. Aguardo respostas.

    Emanuel Araujo
    9189-5698

  3. A foto que é demonstrada como do Instituto Penal Antônio Trindade está errada,a mesma é da Anísio Jobim!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s