Magistrados do Estado do Amazonas (Capital/Varas) 9

magistratura01 – 1ª VARA DE FAMÍLIA E SUCESSÕES

JUIZ DE DIREITO TITULAR: Dr. MARCOS SANTOS MACIEL

02 – 2ª VARA DE FAMÍLIA

JUIZ DE DIREITO TITULAR: Dr. BISMARQUE GONÇALVES LEITE

03 – 4ª VARA DE FAMÍLIA

JUÍZA DE DIREITO TITULAR: Drª. BERENICE GONÇALVES FALCÃO DE OLIVEIRA

04 – 5ª VARA DE FAMÍLIA E SUCESSÕES

JUIZ DE DIREITO TITULAR: Dr. DÍDIMO SANTANA BARROS FILHO

05 – 6ª VARA DE FAMÍLIA E SUCESSÕES

JUIZ DE DIREITO TITULAR: Dr. VICENTE DE OLIVEIRA ROCHA PINHEIRO

06 – 7ª VARA DE FAMÍLIA E SUCESSÕES

JUÍZA DE DIREITO TITULAR: Drª. CLEONICE FERNANDES DE MENEZES TRIGUEIRO

07 – 8ª VARA DE FAMÍLIA E SUCESSÕES

JUIZ DE DIREITO TITULAR: Dr. GILDO ALVES DE CARVALHO FILHO

08 – 9ª VARA DA FAMÍLIA E SUCESSÕES – VIRTUALIZADA

JUIZ DE DIREITO TITULAR: Dr. ROBERTO SANTOS TAKETOMI

09 – 10ª VARA DA FAMÍLIA E SUCESSÕES – VIRTUALIZADA

JUÍZA DE DIREITO TITULAR: Drª. MÔNICA CRISTINA R. DA C. CHAVES DO CARMO

10 – NÚCLEO DE CONCILIAÇÃO DAS VARAS DE FAMÍLA

JUIZ DE DIREITO COORDENADOR: Dr. GILDO ALVES DE CARVALHO FILHO

11 – 1ª VARA CÍVEL E DE ACIDENTES DO TRABALHO

JUÍZA DE DIREITO TITULAR: Drª. JOANA DOS SANTOS MEIRELLES

12 – 2ª VARA CÍVEL E DE ACIDENTES DO TRABALHO

JUIZ DE DIREITO TITULAR: Dr. CLÁUDIO CÉSAR RAMALHEIRA ROESSING

13 – 3ª VARA CÍVEL E DE ACIDENTES DO TRABALHO

JUIZ DE DIREITO TITULAR: Dr. DIÓGENES VIDAL PESSOA NETO

14 – 4ª VARA CÍVEL E DE ACIDENTES DO TRABALHO

JUIZ DE DIREITO TITULAR: Dr. DIVALDO MARTINS DA COSTA

15 – 5ª VARA CÍVEL E DE ACIDENTES DO TRABALHO

VAGO

16 – 6ª VARA CÍVEL E DE ACIDENTES DO TRABALHO

JUÍZA DE DIREITO TITULAR: Drª. NÉLIA CAMINHA JORGE

17 – 7ª VARA CÍVEL E DE ACIDENTES DO TRABALHO –

JUIZ DE DIREITO TITULAR: Dr. ROSSELBERTO HIMENES

18 – 8ª VARA CÍVEL E DE ACIDENTES DO TRABALHO

JUÍZA DE DIREITO TITULAR: Drª. ONILZA ABREU GERTH

19 – 9ª VARA CÍVEL E DE ACIDENTES DO TRABALHO

JUÍZA DE DIREITO TITULAR: Drª. MARIA EUNICE TORRES DO NASCIMENTO

20 – 10ª VARA CÍVEL E DE ACIDENTES DO TRABALHO

JUIZ DE DIREITO TITULAR: Dr. AIRTON LUÍS CORRÊA GENTIL

21 – 11ª VARA CÍVEL E DE ACIDENTES DO TRABALHO

JUÍZA DE DIREITO TITULAR: Dra. LIA MARIA GUEDES DE FREITAS

22 – 12ª VARA CÍVEL E DE ACIDENTES DO

JUIZ DE DIREITO TITULAR: Dr. ELCI SIMÕES DE OLIVEIRA

23 – 13ª VARA CÍVEL E DE ACIDENTES DO TRABALHO

JUIZ DE DIREITO TITULAR: Dr. VICTOR ANDRÉ LIUZZI GOMES

24 – 14ª VARA CÍVEL E DE ACIDENTES DO TRABALHO

JUIZ DE DIREITO TITULAR: Dr. FRANCISCO CARLOS GONÇALVES DE QUEIROZ

25 – 15ª VARA CÍVEL E DE ACIDENTES DO TRABALHO

JUIZ DE DIREITO TITULAR: Dr. LAFAYETTE CARNEIRO VIEIRA JÚNIOR

26 – 16ª VARA CÍVEL E DE ACIDENTES DO TRABALHO

JUIZ DE DIREITO TITULAR: Dr. ABRAHAM PEIXOTO CAMPOS FILHO

27 – 17ª VARA CÍVEL E DE ACIDENTES DO TRABALHO

JUÍZA DE DIREITO TITULAR: Drª. SIMONE LAURENT DE FIGUEIREDO

28 – 18ª VARA CÍVEL E DE ACIDENTES DO TRABALHO

JUIZ DE DIREITO TITULAR: Dr. WELLINGTON JOSÉ DE ARAÚJO

29 – 19ª VARA CÍVEL E DE ACIDENTES DO TRABALHO

JUIZ DE DIREITO TITULAR: Dr. ROGÉRIO JOSÉ DA COSTA VIEIRA

30 – 20ª VARA CÍVEL E DE ACIDENTES DO TRABALHO

JUIZ DE DIREITO TITULAR: Dr. RÔMULO JOSÉ FERNANDES DA SILVA

31 – 1ª VARA DA FAZENDA PÚBLICA MUNICIPAL

JUÍZA DE DIREITO TITULAR: Drª. EUZA MARIA NAICE DE VASCONCELLOS

32 – 2ª VARA DA FAZENDA PÚBLICA MUNICIPAL

JUIZ DE DIREITO TITULAR: Dr. CÉZAR LUIZ BANDIERA

33 – 1ª VARA ESPECIALIZADA DA DÍVIDA ATIVA

JUIZ DE DIREITO TITULAR: Dr. JOMAR RICARDO SAUNDERS FERNANDES

34 – 2ª VARA ESPECIALIZADA DA DÍVIDA ATIVA MUNICIPAL

JUÍZA DE DIREITO TITULAR: Drª. ANA MARIA DE OLIVEIRA DIÓGENES

35 – 1ª VARA DA FAZENDA PÚBLICA ESTADUAL

VAGO

36 – 2ª VARA DA FAZENDA PÚBLICA ESTADUAL

JUIZ DE DIREITO TITULAR: Dr. LEONEY FIGLIUOLO HARRAQUIAN

37 – 3ª VARA DA FAZENDA PÚBLICA ESTADUAL

JUÍZA DE DIREITO TITULAR: Drª. ETELVINA LOBO BRAGA

38 – 4ª VARA DA FAZENDA PÚBLICA ESTADUAL

JUIZ DE DIREITO TITULAR: Dr. MÁRCIO ROTHIER PINHEIRO TORRES

39 – 1ª VARA ESPECIALIZADA DA DÍVIDA ATIVA ESTADUAL

JUIZ DE DIREITO TITULAR: Dr. BERNARDO JOSÉ ANTUNES

40 – 2ª VARA ESPECIALIZADA DA DÍVIDA ATIVA ESTADUAL

JUIZ DE DIREITO TITULAR: Dr. MARCO ANTÔNIO PINTO DA COSTA

41 – VARA ESPECIALIZADA DO MEIO AMBIENTE E DE QUESTÕES AGRÁRIAS

JUIZ DE DIREITO TITULAR: Dr. ADALBERTO CARIM ANTÔNIO

42 – VARA DE REGISTROS PÚBLICOS E PRECATÓRIAS

JUIZ DE DIREITO TITULAR: Dr. RONNIE FRANK TORRES STONE

43 – JUIZADO DA INFÂNCIA E DA JUVENTUDE CÍVEL

JUÍZA DE DIREITO TITULAR: Dra. CARLA MARIA SANTOS DOS REIS

44 – 1ª VARA CRIMINAL

(VAGO)

45 – 2ª VARA CRIMINAL

JUIZ DE DIREITO TITULAR: Dr. CARLOS ALBERTO BARBOSA DA SILVA

46 – 3ª VARA CRIMINAL

JUIZ DE DIREITO TITULAR: Dr. ERNESTO ANSELMO QUEIROZ CHIXARO

47 – 4ª VARA CRIMINAL

JUÍZA DE DIREITO TITULAR: Drª. MARGARETH ROSE CRUZ HOAEGEN

48 – 5ª VARA CRIMINAL

JUIZ DE DIREITO TITULAR: Dr. SABINO DA SILVA MARQUES

49 – 6ª VARA CRIMINAL

JUÍZA DE DIREITO TITULAR: Drª. ANAGALI MARCON BERTAZZO

50 – 7ª VARA CRIMINAL

JUIZ DE DIREITO TITULAR: Dr. JORGE MANOEL LOPES LINS

51 – 8ª VARA CRIMINAL

JUIZ DE DIREITO TITULAR: Dr. CARLOS ZAMITH DE OLIVEIRA JÚNIOR

52 – 9ª VARA CRIMINAL

JUIZ DE DIREITO TITULAR: Dr. HENRIQUE VEIGA LIMA

53 – 10ª VARA CRIMINAL

JUIZ DE DIREITO TITULAR: Dr. GENESINO BRAGA NETO

54 – 11ª VARA CRIMINAL

JUÍZA DE DIREITO TITULAR: Drª. EULINETE MELO SILVA TRIBUZY

55 – 1º TRIBUNAL DO JÚRI

JUÍZA DE DIREITO TITULAR: Drª. MIRZA TELMA DE OLIVEIRA CUNHA

56 – 2º TRIBUNAL DO JÚRI

JUIZ DE DIREITO TITULAR: Dr. HUGO FERNANDES LEVY FILHO

57 – VARA DE EXECUÇÃO PENAL

JUIZ DE DIREITO TITULAR: Dr. LUÍS CARLOS HONÓRIO DE VALOIS COELHO

58 – 1ª VARA ESPECIALIZADA EM CRIMES DE TRÂNSITO

JUIZ DE DIREITO TITULAR: Dr. JOÃO VALENTE DE AZEVEDO

59 – 2ª VARA ESPECIALIZADA EM CRIMES DE TRÂNSITO

JUÍZA DE DIREITO TITULAR: Drª. LUÍZA CRISTINA NASCIMENTO DA COSTA MARQUES

60 – 1ª VARA ESPECIALIZADA EM CRIME DE USO E TRÁFICO DE ENTORPECENTES

JUIZ DE DIREITO TITULAR: Dr. JOSÉ RIBAMAR COSTA SOARES

61 – 2ª VARA ESPECIALIZADA EM CRIME DE USO E TRÁFICO DE ENTORPECENTES

JUIZ DE DIREITO TITULAR: Dr. MAURO MORAES ANTONY

62 – 3ª VARA ESPECIALIZADA EM CRIME DE USO E TRÁFICO DE ENTORPECENTES

JUIZ DE DIREITO TITULAR: Dr. JULIÃO LEMOS SOBRAL JÚNIOR

63 – VARA ESPECIALIZADA DE CRIMES CONTRA O IDOSO, ADOLESCENTES E CRIANÇAS –

JUIZ DE DIREITO TITULAR: Dr. LUIZ ALBERTO DE AGUIAR ALBUQUERQUE

64 – VARA DA AUDITORIA MILITAR

JUIZ AUDITOR MILITAR TITULAR: Dr. ALCIDES CARVALHO VIEIRA FILHO

65 – VARA DE EXECUÇÕES DE MEDIDAS E PENAS ALTERNATIVA

JUÍZA DE DIREITO TITULAR: Dra. TELMA DE VERÇOSA ROESSING

66 – VARA ESPECIALIZADA DA VIOLÊNCIA DOMÉSTICA E FAMILIAR CONTRA A MULHER – VIRTUALIZADA

JUÍZA DE DIREITO TITULAR: Drª. NAIRA NEILA BATISTA DE OLIVEIRA NORTE

67 – JUIZADO DA INFÂNCIA E DA JUVENTUDE CRIMINAL

VAGO

Juizes da capital – telefones e faxs dos cartórios

Magistrados do Estado do Amazonas (Interior) Resposta

01- ALVARÃES (  COMARCA DE ENTRÂNCIA INICIAL)

JUÍZA DE DIREITO SUBSTITUTA: Dra. SILVÂNIA FERREIRA ALECRIM

02 – ANAMÃ (COMARCA DE ENTRÂNCIA  INICIAL)

JUIZ DE DIREITO TITULAR: Dr. LUIZ PIRES DE CARVALHO NETO

03 – ANORI  (COMARCA DE ENTRÂNCIA INICIAL)

JUIZ DE DIREITO TITULAR: Dr. ANTÔNIO CARLOS MARINHO BEZERRA JÚNIOR

04 – APUI  (COMARCA DE ENTRÂNCIA INICIAL)

JUIZ DE DIREITO SUBSTITUTO: Dr. JEFERSON GALVÃO DE MELO

05 – ATALAIA DO NORTE  (COMARCA DE ENTRÂNCIA INICIAL)

JUÍZA DE DIREITO SUBSTITUTA: Dra. BÁRBARA DE ARAÚJO FOLHADELA

06 – AUTAZES   (COMARCA DE ENTRÂNCIA INTERMEDIÁRIA)

JUIZ DE DIREITO TITULAR: Dr. FRANCISCO SOARES DE SOUZA

07 – BARCELOS (COMARCA DE ENTRÂNCIA INICIAL)

JUIZ DE DIREITO TITULAR: Dr. MANUEL AMARO PEREIRA DE LIMA

08 – BARREIRINHA  (COMARCA DE ENTRÂNCIA INICIAL)

(VAGO)

09 – BENJAMIN CONSTANT  (COMARCA DE ENTRÂNCIA INICIAL)

JUIZ DE DIREITO SUBSTITUTO: Dr. GLEN HUDSON PAULAIN MACHADO

10 – BERURI (COMARCA DE ENTRÂNCIA INICIAL)

(VAGO)

11 – BOA VISTA DO RAMOS (COMARCA DE ENTRÂNCIA INICIAL)

JUIZ DE DIREITO TITULAR: Dr. JOSÉ RENIER DA SILVA GUIMARÃES

12 – BOCA DO ACRE  (COMARCA DE ENTRÂNCIA INICIAL)

JUIZ DE DIREITO SUBSTITUTO: Dr. REYSON DE SOUZA E SILVA

13 – BORBA    (COMARCA DE ENTRÂNCIA INICIAL)

JUIZ DE DIREITO TITULAR: Dr. ELIEZER FERNANDES JÚNIOR

14 – CAAPIRANGA   (COMARCA DE ENTRÂNCIA INICIAL)

(VAGO)

15 – CANUTAMA (COMARCA DE ENTRÂNCIA INICIAL)

JUÍZA DE DIREITO SUBSTITUTA: Dra. DINAH CÂMARA FERNANDES DE SOUZA

16 – CARAUARI  (COMARCA DE ENTRÂNCIA INICIAL)

JUIZ DE DIREITO TITULAR: Dr. JÂNIO TUTOMU TAKEDA

17 – CAREIRO    (COMARCA DE ENTRÂNCIA INTERMEDIÁRIA)

JUIZ DE DIREITO TITULAR: Dr. FRANCISCO PESSOA ALMADA

18 – CAREIRO DA VÁRZEA  (COMARCA DE ENTRÂNCIA INTERMEDIÁRIA)

JUÍZA DE DIREITO TITULAR: Drª. FABÍOLA DE SOUZA BASTOS

19 – COARI (1ª VARA ) COMARCA DE ENTRÂNCIA INTERMEDIÁRIA

JUÍZA DE DIREITO TITULAR: Dra. SHEILLA JORDANA DE SALES

20 – COARI (2ª VARA) (COMARCA DE ENTRÂNCIA INTERMEDIÁRIA )

JUÍZA DE DIREITO TITULAR: Dra. ANA PAULA DE MEDEIROS BRAGA

21 – COARI – 1º JUIZADO ESPECIAL CÍVEL E CRIMINAL  (COMARCA DE ENTRÂNCIA INTERMEDIÁRIA)

JUIZ DE DIREITO SUBSTITUTO: Dr. MATEUS GUEDES RIOS

22 – CODAJÁS (COMARCA DE ENTRÂNCIA INICIAL)

JUIZ DE DIREITO TITULAR: Dr. HILTON CAMPOS CRUZ

23 – EIRUNEPÉ (COMARCA DE ENTRÂNCIA INICIAL)

JUÍZA DE DIREITO TITULAR: Drª. ROSÁLIA GUIMARÃES SARMENTO

24 – ENVIRA   (COMARCA DE ENTRÂNCIA INICIAL)

(VAGO)

25 – FONTE BOA (COMARCA DE ENTRÂNCIA INICIAL)

JUIZ DE DIREITO TITULAR: Dr. CELSO SOUZA DE PAULA

26 – GUAJARÁ   (COMARCA DE ENTRÂNCIA INICIAL)

JUÍZA DE DIREITO SUBSTITUTA: Dra. ÁUREA LINA GOMES ARAÚJO

27 – HUMAITÁ (1ª VARA )  COMARCA DE ENTRÂNCIA INTERMEDIÁRIA

(V A G O)

28 – HUMAITÁ (2ª VARA – Menores e Júri) COMARCA DE ENTRÂNCIA INTERMEDIÁRIA

JUIZ DE DIREITO TITULAR: Dr. GEORGE HAMILTON LINS BARROSO

29 – HUMAITÁ – 1º JUIZADO ESPECIAL CÍVEL E CRIMINAL – COMARCA DE ENTRÂNCIA INTERMEDIÁRIA

JUÍZA DE DIREITO SUBSTITUTA: Dra. ARTICLINA OLIVEIRA GUIMARÃES

30 – IPIXUNA (COMARCA DE ENTRÂNCIA INICIAL)

JUIZ DE DIREITO SUBSTITUTO: Dr. CARLOS HENRIQUE JARDIM DA SILVA

31 – IRANDUBA (1ª VARA)   COMARCA DE ENTRÂNCIA INTERMEDIÁRIA

JUÍZA DE DIREITO TITULAR: Drª. LÍDIA DE ABREU CARVALHO FROTA

32 – IRANDUBA (2ª VARA)  COMARCA DE ENTRÂNCIA INTERMEDIÁRIA

JUÍZA DE DIREITO TITULAR: Dra. LUCIANA DA EIRA NASSER

33 – ITACOATIARA (1ª VARA) COMARCA DE ENTRÂNCIA INTERMEDIÁRIA

JUIZ DE DIREITO TITULAR: Dr. LUIS ALBERTO NASCIMENTO ALBUQUERQUE

34 – ITACOATIARA (2ª VARA) COMARCA DE ENTRÂNCIA INTERMEDIÁRIA

JUIZ DE DIREITO TITULAR: Dr. EVERALDO DA SILVA LIRA

35 – ITACOATIARA (3ª VARA)  COMARCA DE ENTRÂNCIA INTERMEDIÁRIA

JUÍZA DE DIREITO TITULAR: Dra. CLÁUDIA MONTEIRO PEREIRA BATISTA

36 – ITACOATIARA – 1º JUIZADO ESPECIAL CIVEL E CRIMINAL   – COMARCA DE ENTRÂNCIA INTERMEDIÁRIA

JUÍZA DE DIREITO TITULAR: Drª. ANA LORENA TEIXEIRA GAZZINEO

37 – ITAMARATI (COMARCA DE ENTRÂNCIA INICIAL)

JUIZ DE DIREITO SUBSTITUTO: Dr. ROGER LUIZ PAZ DE ALMEIDA

38 – ITAPIRANGA (COMARCA DE ENTRÂNCIA INICIAL)

JUÍZA DE DIREITO TITULAR: Drª. PATRÍCIA CHACON DE OLIVEIRA LOUREIRO

39 – JAPURÁ (COMARCA DE ENTRÂNCIA INICIAL)

JUÍZA DE DIREITO SUBSTITUTA: Dra. ELZA VITÓRIA DE SÁ PEIXOTO PEREIRA

40 – JURUÁ (COMARCA DE ENTRÂNCIA INICIAL)

JUIZ DE DIREITO SUBSTITUTO: Dr. ANDRÉ LUIZ NOGUEIRA BORGES DE CAMPOS

41 – JUTAÍ (COMARCA DE ENTRÂNCIA INICIAL)

JUIZ DE DIREITO SUBSTITUTO: Dr. FÁBIO LOPES ALFAIA

42 – LÁBREA  (COMARCA DE ENTRÂNCIA INICIAL)

JUÍZA DE DIREITO TITULAR: Drª. KATHLEEN DOS SANTOS GOMES

43 – MANACAPURU (1ª VARA) COMARCA DE ENTRÂNCIA INTERMEDIÁRIA

(V A G O)

44 – MANACAPURU (2ª VARA) COMARCA DE ENTRÂNCIA INTERMEDIÁRIA

JUIZ DE DIREITO TITULAR: Dr. LUÍS CLÁUDIO CABRAL CHAVES

45 – MANACAPURU – 1º JUIZADO ESPECIAL CÍVEL E CRIMINAL   (COMARCA DE ENTRÂNCIA INTERMEDIÁRIA)

JUIZ DE DIREITO TITULAR: Dr. CELSO ANTUNES DA SILVEIRA FILHO

46 – MANAQUIRI (COMARCA DE ENTRÂNCIA INTERMEDIÁRIA)

JUIZ DE DIREITO TITULAR: Dr. JAIME ARTUR SANTORO LOUREIRO

47 – MANICORÉ (1ª VARA)    COMARCA DE ENTRÂNCIA INTERMEDIÁRIA

JUIZ DE DIREITO TITULAR: Dr. ODÍLIO PEREIRA COSTA NETO

48 – MANICORÉ (2ª VARA) COMARCA DE ENTRÂNCIA INTERMEDIÁRIA

JUÍZA DE DIREITO SUBSTITUTA: Dra. ALESSANDRA CRISTINA RAPOSO DA C. GONDIM

49 – MARAÃ (COMARCA DE ENTRÂNCIA INICIAL)

JUIZ DE DIREITO SUBSTITUTO: Dr. JEAN CARLOS PIMENTEL DOS SANTOS

50 – MAUÉS (1ª VARA) COMARCA DE ENTRÂNCIA INTERMEDIÁRIA

JUIZ DE DIREITO TITULAR: Dr. JORSENILDO DOURADO DO NASCIMENTO

51 – MAUÉS (2ª VARA) COMARCA DE ENTRÂNCIA INTERMEDIÁRIA

JUIZ DE DIREITO TITULAR: Dr. JOÃO MARCELO NOGUEIRA MOYSES

52 – NHAMUNDÁ  (COMARCA DE ENTRÂNCIA INICIAL)

JUÍZA DE DIREITO TITULAR: Drª. VANESSA LEITE MOTA

53 – NOVA OLINDA DO NORTE (COMARCA DE ENTRÂNCIA INICIAL)

JUIZ DE DIREITO TITULAR: Dr. ALEXANDRE LOPES LASMAR

54 – NOVO AIRÃO (COMARCA DE ENTRÂNCIA INTERMEDIÁRIA)

JUIZ DE DIREITO TITULAR: Dr. ANÉSIO ROCHA PINHEIRO

55 – NOVO ARIPUANÃ  (COMARCA DE ENTRÂNCIA INICIAL)

JUIZ DE DIREITO TITULAR: Dr. ROMMEL JÚNIOR QUEIROZ RODRIGUES

56 – PARINTINS (1ª VARA) COMARCA DE ENTRÂNCIA INTERMEDIÁRIA

JUÍZA DE DIREITO TITULAR: Dra. PATRÍCIA MACEDO DE CAMPOS

57 – PARINTINS (2ª VARA)  COMARCA DE ENTRÂNCIA INTERMEDIÁRIA

JUÍZA DE DIREITO TITULAR: Drª. MELISSA SANCHES SILVA DA ROSA

58 – PARINTINS (3ª VARA) COMARCA DE ENTRÂNCIA INTERMEDIÁRIA

JUIZ DE DIREITO TITULAR: Dr. ANTÔNIO ITAMAR DE SOUSA GONZAGA

59 – PARINTINS – 1º JUIZADO ESPECIAL CÍVEL E CRIMINAL (COMARCA DE ENTRÂNCIA INTERMEDIÁRIA)

JUIZ DE DIREITO SUBSTITUTO: Dr. ALDRIN HENRIQUE DE CASTRO RODRIGUES

60 – PAUINI (COMARCA DE ENTRÂNCIA INICIAL)

JUIZ DE DIREITO SUBSTITUTO: Dr. RAFAEL DA ROCHA LIMA

61 – PRESIDENTE FIGUEIREDO (COMARCA DE ENTRÂNCIA INTERMEDIÁRIA)

JUÍZA DE DIREITO TITULAR: Drª. CAREEN AGUIAR FERNANDES

62 – RIO PRETO DA EVA (COMARCA DE ENTRÂNCIA INTERMEDIÁRIA)

JUIZ DE DIREITO TITULAR: Dr. CÁSSIO ANDRÉ BORGES DOS SANTOS

63 – SANTA ISABEL DO RIO NEGRO   (COMARCA DE ENTRÂNCIA INICIAL)

JUIZ DE DIREITO TITULAR: Dr. JEFFERSON OURIBES FLORES

64 – SANTO ANTONIO DO IÇA (COMARCA DE ENTRÂNCIA INICIAL)

JUIZ DE DIREITO SUBSTITUTO: Dr. FRANCISCO POSSIDÔNIO DA CONCEIÇÃO

65 – SÃO GABRIEL DA CACHOEIRA  (COMARCA DE ENTRÂNCIA INICIAL)

JUÍZA DE DIREITO SUBSTITUTA: Dra. TÂNIA MARA GRANITO

66 – SÃO PAULO DE OLIVENÇA  (COMARCA DE ENTRÂNCIA INICIAL)

JUIZ DE DIREITO SUBSTITUTO: Dr. FLÁVIO HENRIQUE ALBUQUERQUE DE FREITAS

67 – SÃO SEBASTIÃO DO UATUMÃ  (COMARCA DE ENTRÂNCIA INICIAL)

JUIZ DE DIREITO TITULAR:  Drª. ROSA MARIA CALDERARO DE SOUZA

68 – SILVES    (COMARCA DE ENTRÂNCIA INTERMEDIÁRIA)

JUIZ DE DIREITO TITULAR: Dr. RENÉ GOMES DA SILVA JÚNIOR

69 – TABATINGA (1ª VARA) COMARCA DE ENTRÂNCIA INTERMEDIÁRIA

(VAGO)

70 – TABATINGA (2ª VARA)  COMARCA DE ENTRÂNCIA INTERMEDIÁRIA

JUÍZA SUBSTITUTA DE CARREIRA: Dra. ELINE PAIXÃO E SILVA GURGEL DO AMARAL

71 – TAPAUÁ (COMARCA DE ENTRÂNCIA INICIAL)

JUIZ DE DIREITO TITULAR: Dr. ADONAID ABRANTES DE SOUZA TAVARES

72 – TEFÉ (1ª VARA) COMARCA DE ENTRÂNCIA INTERMEDIÁRIA

JUIZ DE DIREITO SUBSTITUTO: Dr. CID DA VEIGA SOARES JÚNIOR

73 – TEFÉ (2ª VARA) COMARCA DE ENTRÂNCIA INTERMEDIÁRIA

JUÍZA DE DIREITO TITULAR: Dra. SABRINA CUMBA FERREIRA

74 – TEFÉ – 1ª JUIZADO ESPECIAL CIVEL E CRIMINAL (COMARCA DE ENTRÂNCIA INTERMEDIÁRIA)

JUÍZA DE DIREITO TITULAR: Dra. SUZI IRLANDA ARAÚJO GRANJA DA SILVA

75 – UARINI  (COMARCA DE ENTRÂNCIA INICIAL)

JUIZ DE DIREITO SUBSTITUTO: Dr. LUILTON PIO DE ALMEIDA

76 – URUCARÁ  (COMARCA DE ENTRÂNCIA INICIAL)

JUIZ DE DIREITO TITULAR: Dr. ONILDO SANTANA DE BRITO

77 – URUCURITUBA  (COMARCA DE ENTRÂNCIA INICIAL)

JUÍZA DE DIREITO TITULAR: Dra. ANDREA JANE SILVA DE MEDEIROS

Juizados Especias do Amazonas (Capital) Resposta

1a VARA DO JUIZADO ESPECIAL CÍVEL – VIRTUALIZADA

JUIZ DE DIREITO TITULAR: Dr. PAULO FERNANDO DE BRITTO FEITOZA

Endereço: Rua Alexandre Amorim, no 285 – Bairro de Aparecida – CEP: 69.010-300 Fórum Central dos Juizados Especiais Desembargador Mário Verçosa Telefones: 3212-6218

2a VARA DO JUIZADO ESPECIAL CÍVEL – VIRTUALIZADA

JUIZ DE DIREITO TITULAR: Dr. LUÍS MÁRCIO NASCIMENTO ALBUQUERQUE Designado para exercer as funções do cargo de Juiz de Direito Auxiliar

da Presidência. Portaria no 3.048/2009 de 03/11/09.

Endereço: Rua Afonso Pena, no 38 – Praça 14 de Janeiro – PROCON

Telefones: 3622-3563 (FAX)/ 3622-3565/ 3622-3215 (Juiz)

3a VARA DO JUIZADO ESPECIAL CÍVEL

JUÍZA DE DIREITO TITULAR: Dra. SANÃ NOGUEIRA ALMENDROS DE OLIVEIRA

Endereço: Rua Alexandre Amorim, no 285 – Bairro de Aparecida – CEP: 69.010-300 Fórum Central dos Juizados Especiais Desembargador Mário Verçosa Telefones: 3212-6625/ 3212-6226 (Juiz)

4a VARA DO JUIZADO ESPECIAL CÍVEL

JUIZ DE DIREITO TITULAR: Dr. JOAQUIM ALMEIDA DE SOUZA Endereço: Av. Noel Nutels, s/no – Bairro da Cidade Nova – Mini-Fórum da Cidade Nova “Desembargador Lúcio Fonte de Rezende” Telefones: 2127-7317/ 2127-7321/ 2127-7316 (Juiz)

5a VARA DO JUIZADO ESPECIAL CÍVEL

JUÍZA DE DIREITO TITULAR: Dra. IRLENA LEAL BENCHIMOL

Endereço: Rua Alexandre Amorim, no 285 – Bairro de Aparecida – CEP: 69.010-300 Fórum Central dos Juizados Especiais Desembargador Mário Verçosa Telefones: 3212-6240/ 3212-6234 (Juiz)

6a VARA DO JUIZADO ESPECIAL CÍVEL

JUÍZA DE DIREITO TITULAR: Dra. LAÍS VASCONCELLOS BIVAR BIVAR

Endereço: Rua Alexandre Amorim, no 285 – 3o andar – Bairro: Aparecida – CEP: 69.010-300 Fórum Central dos Juizados Especiais Desembargador Mário Verçosa Telefones: 3212-6250/ 3212-6259 (Juiz)

7a VARA DO JUIZADO ESPECIAL CÍVEL

JUIZ DE DIREITO TITULAR: Dr. MOACIR PEREIRA BATISTA

Endereço: Rua Alexandre Amorim, no 285 – Bairro de Aparecida – CEP: 69.010-300 Fórum Central dos Juizados Especiais Desembargador Mário Verçosa Telefones: 3212-6252/ 3212-6260 (Juiz)

8a VARA DO JUIZADO ESPECIAL CÍVEL

JUIZ DE DIREITO TITULAR: Dr. MARCELO MANUEL DA COSTA VIEIRA

Endereço: Rua Marquês de Monte Alegre, no 1.400 – Parque das Laranjeiras Centro Universitário Nilton Lins – Telefones: 3643-2089/ 3642-5501-fax

9a VARA DO JUIZADO ESPECIAL CÍVEL – VIRTUALIZADA

JUÍZA DE DIREITO TITULAR: Dra. REBECA DE MENDONÇA LIMA

Endereço: Av. Autaz Mirim, s/no – Bairro: São José Fórum “Desembargador Azarias Menescal de Vasconcelos” – Zona Leste Telefones: 2127-7575

10a VARA DO JUIZADO ESPECIAL CÍVEL

JUIZ DE DIREITO TITULAR: Dr. ALEXANDRE HENRIQUE NOVAES DE ARAÚJO

Endereço: Av. Autaz Mirim, s/no – Bairro: São José Fórum “Desembargador Azarias Menescal de Vasconcelos” – Zona Leste Telefones: 2127-7575/ 2127-7568/ 2127-7567

11a VARA DO JUIZADO ESPECIAL CÍVEL – VIRTULIZADA

JUIZ DE DIREITO TITULAR: Dr. ROBERTO HERMIDAS DE ARAGÃO FILHO

Endereço: Av. Noel Nutels, s/no – Bairro da Cidade Nova – Mini-Fórum da Cidade Nova “Desembargador Lúcio Fonte de Rezende” Telefones: (092) 2127-7353(fax)/ 2127-7320/ 2127-7321/ 2127-7371(Juiz)/ 2127-7370 (Juiz)

12a VARA DO JUIZADO ESPECIAL CÍVEL – VIRTUALIZADA

(V A G O)

Endereço: Rua Alexandre Amorim, no 285 – Bairro de Aparecida – CEP: 69.010-300 Fórum Central dos Juizados Especiais Desembargador Mário Verçosa Telefones: 3212-6208

13a VARA DO JUIZADO ESPECIAL CÍVEL – VIRTUALIZADA

(V A G O)

Endereço: Rua Alexandre Amorim, no 285 – Bairro de Aparecida – CEP: 69.010-300 Fórum Central dos Juizados Especiais Desembargador Mário Verçosa

13a VARA DO JUIZADO ESPECIAL CRIMINAL

JUIZ DE DIREITO TITULAR: Dr. ERIVAN DE OLIVEIRA SANTANA

Endereço: Rua Alexandre Amorim, no 285 – Bairro de Aparecida – CEP: 69.010-300 Fórum Central dos Juizados Especiais Desembargador Mário Verçosa – Telefones: 3212-6225/ 3212-6221 (Juiz)

14a VARA DO JUIZADO ESPECIAL CÍVEL

JUÍZA DE DIREITO TITULAR: Dra. MARIA AUXILIADORA VIEIRA MARQUES

Endereço: Av. Noel Nutels, s/no – Cidade Nova I Fórum Desembargador Lúcio Fonte de Rezende – CEP: 69.093-771 Telefones: 2127-7348/ 2127-7333/ 2127-7339 (Juiz)

15a VARA DO JUIZADO ESPECIAL CÍVEL

JUÍZA DE DIREITO TITULAR: Dra. MARIA DO PERPÉTUO SOCORRO DA SILVA MENEZES R

Endereço: Rua Alexandre Amorim, no 285 – Bairro de Aparecida – CEP: 69.010-300 Fórum Central dos Juizados Especiais Desembargador Mário Verçosa – Telefones: 3212-6215/ 3212-6216 (Juiz)

15a VARA DO JUIZADO ESPECIAL CRIMINAL

JUÍZA DE DIREITO TITULAR: Dra. SUELY PINHEIRO SOARES ONETY

Endereço: Rua Alexandre Amorim, no 285 – Bairro de Aparecida – CEP: 69.010-300 Fórum Central dos Juizados Especiais Desembargador Mário Verçosa Telefones: 3212-6239/ 3212-6232 (Juiz)

16a VARA DO JUIZADO ESPECIAL CÍVEL

JUÍZA DE DIREITO TITULAR: Dra. JACI CAVALCANTI GOMES ATANÁZIO

Endereço: Av. Autaz Mirim, s/no – Bairro: São José Fórum “Desembargador Azarias Menescal de Vasconcelos” – Zona Leste Telefones: 2127-7506/ 2127-7520

17a VARA DO JUIZADO ESPECIAL CRIMINAL

JUIZ DE DIREITO TITULAR: Dr. CAIO CÉSAR BARBOSA CATUNDA DE SOUZA

Endereço: Rua Alexandre Amorim, no 285 – Bairro de Aparecida – CEP: 69.010-300 Fórum Central dos Juizados Especiais Desembargador Mário Verçosa Telefones: 3212-6257/ 633-6077 (FAX) /3633-6021/3622-2094(gab.juiz)

18a VARA DO JUIZADO ESPECIAL CRIMINAL

JUÍZA DE DIREITO TITULAR: Dra. THEMIS CATUNDA DE SOUZA LOURENÇO

Endereço: Rua Marquês de Monte Alegre, no 1.400 – Parque das Laranjeiras Centro Universitário Nilton Lins

19a VARA DO JUIZADO ESPECIAL CRIMINAL – VIRTUALIZADA

JUIZ DE DIREITO TITULAR: Dr. FRANK AUGUSTO LEMOS DO NASCIMENTO

Endereço: Av. Autaz Mirim, s/no – Bairro: São José Fórum “Desembargador Azarias Menescal de Vasconcelos” – Zona Leste Telefones: 2127-7516/ 2127-7500

Mototaxista: agora pode! Resposta

mototaxiSancionada com um veto a lei que regulamenta profissões de mototaxista, motoboy e motovigia

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva sancionou nesta quarta-feira (29) o projeto de lei do Senado (PLS 203/01) que regulamenta as profissões de mototaxista, motoboy e motovigia. A nova lei será publicada no Diário Oficial da União nesta quinta-feira (30).

A matéria, aprovada pelo Plenário do Senado na última sessão deliberativa antes do recesso parlamentar, foi sancionada com um veto ao parágrafo único do artigo 3º, que especifica as atribuições do serviço de motovigia.

Em entrevista à Agência Brasil, o ministro das Cidades, Márcio Fortes, que esteve reunido com o presidente Lula nesta quarta-feira, explicou que a definição da atividade de motovigia deve ser tema de relação contratual entre a empresa que vai prestar o serviço de segurança e a comunidade atendida pelo serviço, e não de lei.

A nova lei determina para o exercício das profissões a idade mínima de 21 anos completos do condutor, dois anos de experiência em condução de motocicleta, além de habilitação em curso especializado, a ser regulamentado pelo Conselho Nacional de Trânsito (Contran).

O Contran também será responsável por fiscalizar as normas de segurança estabelecidas pela lei, como o uso pelos condutores de colete dotado de refletores. O prazo para que sejam feitas essas adequações e cumpridas as exigências da lei é de 365 dias. Quem infringir as normas de segurança estará sujeito às infrações previstas no Código de Trânsito Brasileiro (CTB).

De autoria do então senador Mauro Miranda, o projeto foi relatado pelo senador Expedito Júnior (PR-RO) na Comissão de Constituição, Cidadania e Justiça do Senado (CCJ).

Da Redação / Agência Senado

Uma análise sobre a JUIZITE 7

Segundo o dito popular: “50% (cinquenta por cento) dos juízes acham que são deuses, e os outros 50%  (cinquenta por cento) teriam certeza”.

De acordo com esta forma de pensar as condutas descritas seriam uma das caracteristicas da chamada JUIZITE.  Mas o que viria a ser isto?

Em linguagem médica,  o sufixo “ite”,  (do grego itis, do latim ite) seria designativo de doenças inflamatórias: hepatite, amigdalite, bronquite, gengivite, etc.

Desta forma, podemos afirma que a Juizite seria uma doença. Mais precisamente uma inflamação no caráter do indivíduo que ora ocupa um cargo na magistratura.

Não se trata de uma doença inerente à função, pois a ela é preexistente.  Nesta revela-se encontrando as condições necessárias para desenvolver-se (assim como algumas bactérias, fungos, virus, necessitam de calor, humidade, frio, etc). Na espécie, o fator influenciador para a evolução patogênica seria o “poder” (real ou aparente) que o enfermo esta (ou pensa esta) investido.

Como sintomas, podemos elencar alguns:

PSICOLÓGICOS: Transtorno Afetivo Bipolar. O doente tem ilusões de grandeza, poder e superioridade (megalomania).

VISÃO: perda da capacidade de enxergar os mais humildes, subordinados, ou qualquer outra pessoa não considerada no mesmo “nível” ou “acima”.

FALA: dificuldade em pronunciar palavras simples como: bom dia, obrigado, olá, etc.

FACE: contração muscular da face causando uma impressão carranduda (raiva, irritação, etc).

AUDIÇÃO: incapacidade para ouvir o clamor da justiça e a voz do povo.

CONCENTRAÇÃO: só consegue prestar atenção nos próprios interesses (desprezando os demais).

RESPIRATÓRIOS: inchaço dos pulmões, com a ampliação do volume da caixa toráxica (peito de pombo).

TRABALHO: capacidade laboral reduzida. Quanto menor o conhecimento técnico-profissional maior o grau da inflamação (ite). Inversamente proporcional.

Concluimos, dizendo que o dito popular citado alhures é injusto ao colocar no mesmo plano todos os magistrados.

Como já falado, a inflamação do caráter é da pessoa e não da função.  Com efeito, podemos encontrar esta enfermidade em qualquer lugar (público, privado e eclesiástico).

Assim, é correto afirmarmos a existência, mutatis mutanti, da promotorite, procuradorite, advogatite, delegatite, Policiarite,  desembargadorite, engenherite, gerentite, diretorite, chefite, medicite, professorite, sacerdotite, etc.

Não se trata de um doença incurável, mas é de difícil recuperação.

ECLESIASTES 3:30 : “Todos vão para o mesmo lugar; todos são pó, e todos ao pó voltarão”.

ECLESIASTES 7:2: “Melhor é ir à casa onde há luto do que ir a casa onde há banquete, pois ali se vê o fim de todos os homens, e os vivos aplicam ao seu coração“.

Aplicações financeiras e a necessidade de expressa anuência do correntista Resposta

Primeiramente, registro a incontestável submissão das instituições financeiras ao Código de Defesa do Consumidor nas relações com instituições financeiras. Tal foi o entendimento do STF na ADI n. 2591 (e ADI-ED n. 2591), ajuizada pela COSIF (Confederação Nacional de Sistema Financeiro), que argumentava que, de acordo com o artigo 192 da Constituição, uma lei complementar deveria regulamentar o sistema financeiro, e não o código.

Com espeque nas razões de decidir da apelaçao civil 100.014.2006.003010-4/RO,  entendo que a aplicação financeira é, sem duvida, o contrato pelo qual o depositante autoriza o Banco a empregar em certos mercados de capitais o dinheiro disponível em conta corrente, razão pela qual qualquer movimentação financeira nesse sentido depende de autorização escrita ou pelo menos eletrônica do titular da conta.

Tal obrigatoriedade esta prevista na instrução da Comissão de Valores Mobiliários n. 409 de 18 de agosto de 2004:

“Art. 30. Todo cotista ao ingressar no fundo deve atestar, mediante termo próprio, que:

I – recebeu o regulamento e, se for o caso, o prospecto;

II – tomou ciência dos riscos envolvidos e da política de investimento;

III – tomou ciência da possibilidade de ocorrência de patrimônio líquido negativo, se for o caso, e, neste caso, de sua responsabilidade por conseqüentes aportes adicionais de recursos.

§ 1º O administrador deve manter à disposição da CVM o termo contendo as declarações referidas no “caput” deste artigo, devidamente assinado pelo investidor, ou registrado em sistema eletrônico que garanta o atendimento ao disposto no “caput”.

[…]

Art. 36. As instituições intermediárias que estejam atuando por conta e ordem de clientes assumem todos os ônus e responsabilidades relacionadas aos clientes, inclusive quanto a seu cadastramento, identificação e demais procedimentos que, na forma desta Instrução, caberiam originalmente ao administrador, em especial no que se refere:

[…].”

Corroborando com o acima transcrito, o chamado Código de Defesa do Consumidor dos Serviços Bancários (Resolução n. 2.892/2001, do Banco Central do Brasil S/A) expõe em seu art. 2o:

Art. 2º. Ficam as instituições financeiras e demais instituições autorizadas a funcionar pelo Banco Central do Brasil obrigadas a exigir de seus clientes e usuários confirmação clara e objetiva quanto à aceitação do produto ou serviço oferecido ou colocado a sua disposição, não podendo considerar o silêncio dos mesmos como sinal de concordância”.

Destarte, é inevitável a necessidade de existência de documento que consigne o conhecimento por parte do correntista dos riscos, multiplicidade e  diversidade dos investimento. Diante da normatização existente, claudicante qualquer  argumentação no sentido de aceitação ou autorizaçao verbal.

Com efeito, a Instituição financeira que agir de modo diverso do acima exposto, estará indo de encontro ao artigo 6o, III, do CDC , bem como  aos art. 30, incisos II e III, e art. 36 da Resolução n. 409/2004,o que a tornará  responsável pela reparação dos danos que possam ocorrer.

As Frases Mais Mentirosas 2

ADVOGADO: – Esse processo é rápido.

AMBULANTE: – Qualquer coisa, volta aqui que a gente troca.

ANFITRIÃO: – Já vai? Ainda é cedo!

ANIVERSARIANTE: – Presente? Sua presença é mais importante…

BÊBADO: – Sei perfeitamente o que estou dizendo.

CASAL SEM FILHOS: – Visite-nos sempre; adoramos suas crianças.

DELEGADO: – Tomaremos providências.

DENTISTA: – Não vai doer nada.

DEVEDOR: – Amanhã, sem falta!

FILHA DE 19 ANOS: – Dormi na casa de uma colega.

FILHO DE 19 ANOS: – Antes das 11 estarei de volta.

GERENTE DE BANCO: – Trabalhamos com as taxas mais baixas do mercado.

MÉDICO: – Depois de algumas sessões de quimioterapia você se sentirá um

adolescente.

MUAMBEIRO: – Tem garantia de fábrica.

NAMORADA: – Pra dizer a verdade, nem beijar eu sei…

NAMORADO: – Você foi a única mulher que eu realmente amei…

NOIVO: – Casaremos o mais breve possível!

ORADOR: – Apenas duas palavras…

RECÉM-CASADO: – Até que a morte nos separe.

SAPATEIRO: – Depois alarga no pé.

SOGRA: – Em briga de marido e mulher não me meto.

VICIADO: – Essa vai ser a última.

copiado de http://paulofelippe.zip.net/

Montblanc: “Porque Elas me Fazem Feliz” 29

Considerado um dos principais  colecionadores das canetas Montblanc neste país, meu irmão mais velho Marcus Valério fora citado em recente artigo publicado na revista “Istó é Dinheiro” (08/07/2009). Nesta ocasião,  Adriana Tombolatto, diretora de marketing da Montblanc do Brasil, referiu-se a ele como um cliente que conhece a Montblanc tão a fundo que assemelhar-se-ia a um embaixador da grife.

Transcrevo um texto de sua autoria dedicado a esta sua grande paixão:

PORQUE ELAS ME FAZEM FELIZ!

Por Marcus Valério Lins Barroso

Montblac Lorenzo de Medici

Montblac Lorenzo de Medici

A fala definiu a humanidade, mas é como nós escrevemos que nos define. A palavra escrita sempre me fascinou e podemos dizer que a nossa letra é o desenho de nossa personalidade. Ninguém no mundo inteiro vai conseguir, mesmo sendo um perito profissional, reproduzir com exatidão absoluta a nossa letra, se esta for feita com uma caneta tinteiro. A nossa assinatura passa a ser o nosso carimbo pessoal.

Ainda no tempo em que não existia o computador, o jovem que entrava na faculdade recebia de seu pai uma bela caneta tinteiro para nunca mais esquecer aquele momento tão especial, e a guardava como um de seus maiores tesouros pessoais até o fim de sua

vida. O competente executivo que se aposentava, após anos de serviços prestados, ganhava uma caneta-tinteiro de ouro maciço 18K, como agradecimento de sua empresa pelo seu saber compartilhado com os colegas durante todo aquele tempo.

Este é um dos maiores emblemas de uma caneta tinteiro: o símbolo do conhecimento, do saber e da cultura, e que vem ganhando cada vez mais importância. Valemos pelo nosso conhecimento, porque é através dele que iremos conquistar tudo o que nos proporcionará o sustento e o conforto durante as nossas vidas, além de nos completar como pessoas.

Montblanc Meisterstuck 149

Montblanc Meisterstuck 149

É por isso que uma caneta tinteiro, com uma pena de ouro de 18k, é mais do que um objeto de desejo para estas pessoas que valorizam a cultura e o conhecimento; ela acaba por tornar-se uma amiga para sempre.

Talvez por isso que, quando vi pela primeira vez uma Montblanc Meisterstück nº 149, em 1988, foi amor à primeira vista! Esta é a caneta tinteiro mais clássica e admirada de todo o planeta, por ser a mais antiga em produção ininterrupta, desde 1952 sem mudança de estilo. Ícone da Maison fundada em 1906 e símbolo da tradicional manufatura Européia, é a sucessora da original Meisterstück de 1924, que significa “obra-prima” em alemão.

Foi em uma revista que enumerava as melhores coisas da vida – o melhor carro, a melhor máquina fotográfica, o melhor barco… e como o melhor instrumento de escrita lá estava ela: bela, redonda, sexy, atemporal. E aquela forte paixão só poderia virar um verdadeiro amor!

A Montblanc nasceu no berço onde a fabricação perfeita é uma obsessão: a Alemanha. Não existe nenhum produto feito pelos germanos que algum outro país consiga fazer melhor. “Made in Germany” é uma das maiores grifes do mundo contemporâneo. Sendo eu um perfeccionista e apreciador de

produtos artesanais impecáveis, principalmente europeus, não teria como fugir de uma forte ligação com a marca da estrela de seis pontas ou cume nevado.

As Edições Limitadas Montblanc, produzidas e lançadas desde 1992, são sinônimo do que ela faz de melhor, no mundo dos Instrumentos de Escrita.

Montblac Imperial Dragon 888

Montblac Imperial Dragon 888

Divididas por temas como “Os Patronos das Artes” e “Os Escritores”, a Maison de Hamburgo me faz vibrar todos os anos com as suas edições tão especiais.

A expectativa de saber qual será o homenageado, se será uma reedição de uma de suas maravilhosas peças da década de 20 ou 30 ou se trará um novo design, é realmente emocionante!

É comum dizer que a vida é uma guerra; e como os generais recebem medalhas, nós também merecemos as nossas como recompensas pelas lutas que vencemos em nossas vidas. Como as Edições Limitadas Montblanc são anuais, nos temas

Patronos das Artes e Escritores, as tenho como as minhas medalhas de conquistas, verdadeiras fotografias de cada tempo, daqueles preciosos momentos.

Quando eu revejo a minha estimada coleção, é como se eu estivesse vendo um álbum de fotografias de minha vida, a minha história contada em capítulos, ou melhor dizendo: em canetas tinteiro Montblanc.

Qual a minha preferida? Eu diria que são duas: a Montblanc Lorenzo De Medici e a Montblanc Imperial Dragon 888.

A Montblanc Lorenzo De Medici é uma delas por ter sido a primeira do conceito Patronos das Artes, em 1992, quando tudo começou, e por também ter sido toda trabalhada à mão. Foram produzidas 4810 peças para todo o mundo, correspondentes à altura do monte Mont Blanc – o mais alto da Europa e que deu nome à minha querida marca – e ainda assim não existem duas iguais! Cada uma, inclusive, é assinada no corpo pelo mestre-artesão que a confeccionou.

Já a Montblanc Imperial Dragon 888 foi lançada em 1993, para ser distribuída em original, exclusivamente na Ásia. Ela tem um clipe e detalhes em ouro maciço 18K, tendo sido produzidas apenas 888 unidades. O oito é o número da sorte no Oriente, simboliza a fartura e riqueza, e o símbolo deitado representa o infinito.

Para ter este exemplar em minha coleção, tive que fazer uma verdadeira loucura! Era 1996 e eu achava que nunca a teria, quando recebi a maior revista especializada em Instrumentos de Escrita daquele tempo, a Pen Word International. A revista trazia telefone e endereço de uma das lojas mais especializadas do mundo em edições limitadas de todas as marcas existentes, em Nova York.

35973_sEram três horas da tarde no Brasil, uma quarta-feira, quando perguntei se eles tinham Edições Limitadas Montblanc. Para minha surpresa, disseram que havia uma peça destas, raríssima e lacrada de fábrica, e que só poderiam vendê-la pessoalmente. Não pensei duas vezes: liguei para uma agência de turismo, comprei a passagem e no outro dia, às oito da manhã, estava em frente da loja em Nova York, a capital do mundo. Não conhecia a cidade até então, e esta foi uma das mais incríveis viagens de minha vida.

Eu e a minha esposa Lusinei – meu grande amor e minha maior incentivadora, conhecemos pessoalmente o “quartel-general” da Montblanc-Simplo GmbH em Hamburgo, a segunda maior cidade alemã (menor só que Berlim) e conhecida como o portão da Alemanha para o mundo

Já o visitei por três vezes, para fazer o tour da fábrica e rever queridos amigos, sendo que em duas destas visitas fui recebido pelo Sr. Norbert Platt, Presidente Mundial da Montblanc na época, e hoje o poderoso CEO do Richemont Group, segundo maior do mundo em luxo e dono da Montblanc. Inesquecível!

montblanc

Como posso não gostar de algo que me dá tanto prazer? Impossível. Tenho umas das melhores e mais completas coleções de canetas Montblanc do Brasil e isto, sem modéstia, me deixa muito orgulhoso.

O colecionador é um sujeito tanto admirado quanto incompreendido. Mas se alguém me perguntar por quê eu coleciono as canetas tinteiro da Montblanc, vou responder sinceramente: porque elas me fazem feliz!

Minha Luta (Mein Kampf) Resposta

dvd_6327.jpg Esta semana, quando retornei para Manaus/Am de férias, resolvi iniciar a leitura de um livro que não fosse jurídico, pois não queria ocupar a mente com nada que me fizesse lembrar o trabalho diário  (o que não significa que não gosto de meu labor). Com este propósito fui até uma conhecida livraria . Na procura,  chamou-me a atenção o livro “Minha Luta” de Adolf Hitler. Interessado, dirigi-me ao caixa, quando, de repente, causando constragedora surpresa, deparei-me com várias pessoas observando-me com o olhar reprovador, o que me levou a procurar imaginar os seus pensamentos: Seria este senhor um defensor das idéias deste homem? Como poderia alguem interessar-se por este tipo de leitura? Incontestavelmente,  trata-se de um dos maiores genocidas da história da Humanidade. Contudo, seu livro, escrito em 1924 durante sua prisão em Munique (fruto da tentativa de um golpe militar), apresenta, em vários pontos, inesperada lucidez política-sociológica (em especial sua posição sobre o parlamento, a desigualdade social …) Como entender as razões da segunda grande guerra sem a analise  da ideologia de seu principal protagonista e vilão. Que argumentos utilizou este homem e por quais razões encontraram campo fértil nos germânicos? Não me ajusto ao entendimento de que toda lembranca ou obra de Hitler deva ser banida, proibida, tornada inacessível. Se sou contra o ideário marxista devo abster-me de qualquer leitura pertinente? Se não comungo de determinado posicionamento religioso, econômico, político ou social, devo execrá-lo,  sem ao menos conhecê-lo? Não se pode criticar o desconhecido sob pena de tropeçar em claudicantes  argumentos.  Hitler ascendeu a sua “majestosa” posiçao de Fuhrer, por razões sociais: fome,  doenças, desemprego, exploração econômica dos marginalizados (a base da pirâmide social),  e com um discurso nacionalista (racial)/socialista, convenceu as massas que o nazismo seria a panáceia. E hoje, mudou muita coisa em relação ao menos favorecidos? Diante de doenças como a tuberculose, sifílis, câncer, etc, foram necessários acurados estudos com o escopo de  descobrir/entender a cura,  a patogenia, ou amenizar os seus efeitos. Hitler e o nazismo foram efeitos da patologia social, por isso devemos estudar, pesquisar a sua cura (utopia?) ou amenizar os seus efeitos, buscando toda informação disponível para que não nos deparemos no futuro com um novo reich.

Novos Promotores de Justiça do Amazonas escolhem suas comarcas 1


Ministério Público do AmazonasO Procurador-Geral de Justiça, Otávio de Souza Gomes e o Secretário-Geral do Ministério Público, Dr. Reinaldo Alberto Nery de Lima, reuniram-se Na tarde do dia 09/07, com os candidatos aprovados no Concurso de Ingresso na Carreira de Promotor de Justiça Substituto, promovido pelo Cespe/UNB em 2007. A reunião teve como objetivo a escolha das comarcas dos candidatos, de acordo com a ordem classificatória dos mesmos. Ficaram efetivadas as seguintes escolhas:


Vítor Moreira Fonseca – Guajará

Márcio André Lopes Cavalcante – Maraã

Alessandro Samartin de Gouveia –  São Paulo de Olivença

Igor Starling Peixoto – Carauari

Luiz Alberto Dantas de Vasconcelos – Atalaia do Norte

Sissi Marlene Dietrich Schwantes –  São Gabriel da Cachoeira

José Felipe da Cunha Fish – Santo Antônio do Içá

Daniel Silva Chaves Amazonas de Menezes – Ipixuna

Marcelo Augusto Silva de Almeida – Jutaí

Carolina Monteiro Chagas Maia – Juruá

Claúdio Roberto B. de Araújo – Envira

Yara Rebeca A. Marinho – Itamarati


A solenidade de posse foi marcada para o próximo dia 17 de julho, às 10h, no Auditório Procurador-Geral Carlos Alberto Bandeira de Araújo.

Fonte Ministério Público do Amazonas (www.mp.am.gov.br)

Desejo sucesso a todos. Em especial para os amigos Felipe Fish e Luiz Alberto Vasconcelos