O Bajulador 4

O bajulador é aquela persona  comum em quase todos os lugares, que apesar de parcos talentos e qualidades morais, utiliza ardis  para manter-se sob o pálio de seus superiores hierárquicos. Estes,  seres que necessitam de objetos sem luz própria a fim de irradiarem de maneira mais ampla seu poder de ação.

O Bajulador  sempre estará ao redor do  patrão, em órbita elíptica,  pronto para servir cafezinho, rir de suas péssimas piadas, apoiar sempre suas críticas e idéias (por mais absurdas que sejam) e abanar rabo como um cachorro débil e servil.

Como é uma pessoa despicienda e seu trabalho é visivelmente infrutuoso , para salvar-se da incompetência, o bajulador  mantém uma relação de comensalismo, onde o excesso de vaidade e a falta de inteligência se compensam na falsidade de elogios.

Não possue idéias próprias, mas costuma apropriar-se das idéias alheias.

Como características de seu caráter podemos destacar a:  maledicência, mentira, inveja, egoismo, covardia…

Fautores do ditado popular” “O saco é o corrimão da vida”, por sua “fidelidade”,  não  raro são agraciados com aumentos de salários, cargos/funções de destaque ou promoções na carreira (Merecimento “Lambe-Botas”).

ISSO É BRASIL!!!


(Parte do texto é de autoria de Bianca Rosolem (www.paginadois.com.br)

(Trata-se de uma obra de ficção. Qualquer semelhança com fato ou pessoa é mera coincidência)

  1. Isso me faz lembrar o ótimo livro do Adam Scott (o mesmo das tirinhas de Jornal) O PRINCÍPIO DILBERT, que ao contrário da máxima preconizada pelo “Pai” das Teorias da Administração moderna (Peter Drucker) que dizia que “cada um vai até o limite da sua competência”, pelo princípio Dilbert (personagem conhecido nas tirinhas de sátira e crítica a vida coorporativa)o que de fato acontece é que os incompetentes e bajuladores acabam sempre indo para os postos onde podem causar menos problemas… “A gerência” 🙂 :-).

  2. Pingback: O perigo dos bajuladores de plantão e a necessidade de dar ouvidos aos críticos « O Pensatorio d'A Lucta

  3. Eu não sei…fico a pensar: tem gente q adora ser bajulada; que necessita ter um “pobre coitado” rindo de tudo que faz…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s